quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

#ÉGóis! Festa Caiçara


Celebrando a antiga prática do mutirão, A Futuráfrica Afrobraziliangrooves e o Percutindo Mundos convidam para a Festa Caiçara #ÉGóis! Com música, dança, intervenções, boi bumbá, Sarau Caiçara e Mostra Marginal de Cinema a festa propõe o encontro de pessoas e ideias em contato com a Mata Atlântica, com o mar, com a terra, com a ancestralidade e a contemporaneidade. Com Percutindo Mundos, Rádio Futuráfrica e os convidados Sensimilla Jhon, Dj Mascate e Dj Sankofa (diretamente da República do Gana), os fotógrafos Anak Albuquerque, Adilson Felix, Laurival De Arruda Camargo Jr., os poetas Barney Days, Márcio Barreto e o artista plástico Kael. Com microfone aberto ao público.

A dez minutos de Santos, a Praia do Góes, no Guarujá, é um desses lugares que formam o imaginário coletivo sobre a cultura caiçara. A atual ocupação remonta ao início do século XX e traz consigo a cultura trazida pelos caiçaras vindos principalmente do litoral norte paulista. Devido sua localização que dá abrigo contra os ventos e a fúria do mar, desde o século XVI a praia passou por diversas ocupações humanas. Atualmente seus moradores vivem principalmente do turismo.


Atividades

09h00 – Saída Ponte Edgard Perdigão (Ponta da Praia, Santos)
10h00 – Chegada no Sítio Caiçara
11h00 – Mutirão
15h00 – Almoço Colaborativo
16h00 - Semeadura
17h00 – Festa #ÉGóis!
Rádio Futuráfrica, Percutindo Mundos, Sarau Caiçara, Mostra Marginal de Cinema Santista e convidados



O coletivo de arte contemporânea caiçara "Percutindo Mundos" tem sua criação voltada à ressignificação de identidades culturais através de paisagens sonoras que remetem à influência das culturas indígena, européia e africana misturadas à urbanidade e ao cosmopolitismo, a ancestralidade e a contemporaneidade. Sua música é caracteriza pela harmonia dos timbres, o macrominimalismo, a aleatoriedade e a melodia percussiva. Em sua pesquisa de criação mesclam-se a música, a literatura, a dança, as artes visuais e a filosofia.


O coletivo Futuráfrica criado em 2008 baseia-se numa pesquisa sobre os ritmos negros universais, sobre a cultura dos guetos mundiais e sobre a resistência produzida nas "quebradas do mundaréu" - como dizia nosso grande conterrâneo Plínio Marcos. A inspiração vem do conceito de afrofuturismo, que destaca a necessidade de transformar, samplear, rearranjar algo já existente, seja uma música, uma imagem, uma ideia ou qualquer outra forma de expressão.

O Cinema da margem. Mostra Marginal de Cinema Santista segue esse preceito e realiza a exibição de curta metragens independentes, realizados por produtores e agitadores de Santos e região. O amor pela subversão, ao cinema e a linguagem é o motor dessas produções. Não temos fins lucrativos, fazemos um cinema livre do sistema monetário, independente de governo e entidades. Um cinema de protesto e de arte. Afinal de contas, Cinema não é caviar!!! Viva Plínio Marcos, Viva Pagu... Viva a arte Marginal Santista!!!!

Realizado regularmente desde 2008, na Baixada Santista, o Sarau Caiçara, em sua 34ª edição, propõe um diálogo de continuidade e reflexão entre o ancestral e o contemporâneo através do encontro entre o público, artistas e pesquisadores para celebrar e debater a cultura caiçara a partir da literatura, música, artes visuais, fotografia e dança. Curadoria e apresentação Márcio Barreto.

#ÉGóis!
17/12 | Dom | 17 as 13h
Sítio Caiçara
Praia do Góes - Guarujá /SP
Entrada:
Pague Quanto Puder



Como chegar



quarta-feira, 29 de novembro de 2017

Lançamento do livro Macunaímabladerunner de Márcio Barreto - editora Imaginário Coletivo


Macunaímabladerunner - Márcio Barreto (Editora Imaginário Coletivo)

fotos: Isabel Carvalhaes, Irani Aloi, Márcio Barreto, Mario KZ, Célia Faustino, Denyse Di Favero e muito mais...

O lançamento do livro “Macunaímabladerunner de Márcio Barreto, pela editora Imaginário Coletivo, acontecerá em 27/01, quarta-feira, as 20 horas no Oca Restaurante, Av. Azevedo Sodré, 155 – Gonzaga.

Considerado como um grande poeta e artista inventivo pelo compositor Gilberto Mendes, em seu novo livro Márcio Barreto debruça-se sobre o pós-humano.
O livro é um longo poema criado a partir de uma rapsódia mítica sobre um mundo distópico, um futuro remoto e ancestral, selvagem e irmanado por altíssimas tecnologias, onde a máquina, a carne, os zeros e os uns são o corpo de um novo organismo, autofagicamente alimentado por sonhos esquecidos e memórias inventadas.

Segundo o escritor e crítico literário Luiz Brás, a obra “reacendeu, na esfera da arte e da literatura, o incêndio a-histórico dos mitos americanos”, juntando “alta tecnologia e fantasia verbal numa puçanga eletrônica, num moqueado verdadeiramente antropofágico”.

Livio Tragtenberg, decompositor e escritor, acredita que o livro “queima nas mãos e nas ideias”, justamente por unir Mario a Oswald de Andrade e lança-los no futuro distante.
Já o escritor Flávio Viegas Amoreira acredita que o texto “já nasce inscrito em qualquer Brasiliana, com rigor que fascinaria leitores da ensaística de mestre Antonio Candido e Nelson Werneck Sodré na feitura dum desígnio tão buscado: a tentativa operística dum caleidoscópico com todos elementos de nossa ancestralidade endógena, nativíssima”.

O poeta e pensador Marcelo Ariel questiona se nos vemos frente a um “roteiro ou poema-em-prosa de ficção científica”, criando “narrativas híbridas que operam em uma chave de fusão com outras linguagens, outros signos, uma chave mestiça para abrir a porta de habitações flutuantes localizadas em rios fora do mapa”.

Com apresentação e prefácio de Gilberto Mendes, Luiz Bras, Livio Tragtenberg, Marcelo Ariel e Flávio Viegas Amoreira.

Lançamento:
Macunaímabladerunner - Márcio Barreto
Editora Imaginário Coletivo
101 páginas
Formato 14X21cm
R$ 30,00
27/01/2016 | QUA | 20h
Oca Restaurante
Azevedo Sodré, 155
Santos SP
































27/01/2016 

23º Sarau Caiçara - Jardim Botânico Chico Mendes

Dentro da 3° Semana da Cultura Caiçara de Santos artistas de diversas linguagens se encontram no Jardim Botânico Chico Mendes para celebrar e debater a cultura caiçara através da música, teatro, dança e literatura.

Em sua 23° edição o Sarau Caiçara (Mapa Literário de São Paulo e "Semana da Cultura Caiçara") com a organização e apresentação de Márcio Barreto, contará com a participação de artistas e coletivos da região e de São Paulo com o objetivo de discutir, através da arte, a identidade cultural caiçara, seu passado e contemporaneidade. Com Celia Faustino, Natalia Brescancini, Erik Morais, Fernando Ramos, Flavio Viegas Amoreira, Ricardo Rutigliano Roque, Anderson Vilaverde, Marcelo Ignacio.

O Sarau faz parte da Semana da Cultura Caiçara e contará com microfone aberto à participação do público.

O Sarau Caiçara é uma realização do Coletivo Percutindo Mundos, Imaginário Coletivo de Arte, Instituto Ocanoa, Projeto Canoa, Edições Caiçaras.

fotos Irani Aloi (19/03/2016)








(19/03/2016)

22º Sarau Caiçara - Pinacoteca Benedito Calixto


Artistas de diversas linguagens, e pessoas interessadas em arte e cultura, têm encontro marcado para este domingo (21) no Pinacoteca Benedicto Calixto, em Santos. O objetivo é celebrar e debater a cultura caiçara através da música, teatro, dança e literatura. Estejam todos convidados, a entrada é gratuita.
A nossa querida e dinâmica Pinacoteca, mais uma vez, abre suas portas neste domingo para a 22° edição do Sarau Caiçara. O evento que conta com a organização e apresentação de Márcio Barreto e um pessoal bem engajado no assunto, como o Coletivo Percutindo Mundos, Imaginário Coletivo de Arte, Instituto Ocanoa, Projeto Canoa e Edições Caiçaras. É bacana pois se abre para a real participação de artistas e coletivos da região e de São Paulo, com o objetivo de discutir, através da arte, a identidade cultural caiçara, seu passado e contemporaneidade. Além das apresentações, tem também microfone aberto à participação do público, feira de livros e cds de produções independentes e artesanais. Vale conferir e participar!
22° Sarau Caiçara
21/02/2016– domingo – 16h30
Pinacoteca Benedicto Calixto
Av. Bartolomeu de Gusmão, 15 Boqueirão – Santos
Entrada gratuita

21º Sarau Caiçara - Zéllus Machado



Com artistas convidados e palco aberto à participação do público, o Sarau propõe um diálogo de continuidade e reflexão entre o ancestral e o contemporâneo através do encontro entre o público, artistas e pesquisadores para celebrar e debater a cultura caiçara.

Essa edição faz parte das comemorações oficiais do aniversário da cidade de São Vicente e homenageia o artista Zéllus Machado.

Com Percutindo Mundos, Célia Faustino, Fernando Ramos, Galeno Malfatti, Erik Morais, Gigi Fernandes, Danilo Nunes, Marcelo ignacio, Flávio Viegas Amoreira e muito mais.

O Sarau Caiçara faz parte das comemorações da "Semana da Cultura Caiçara de Santos" e do "Mapa Literário do Estado de São Paulo". Organização e apresentação de Márcio Barreto.

21° Sarau Caiçara 
Parque Cultural Vila de São Vicente
Praça João Pessoa, s/n
São Vicente SP
Entrada Gratuita


foto (cartaz) Adilson Félix

20° Sarau Caiçara - Gilberto Mendes


Edição Especial em homenagem a Gilberto Mendes (17/01/2016)


Artistas e pesquisadores se encontraram na Pinacoteca Benedicto Calixto para celebrar a obra e a vida do grande amigo e compositor Gilberto Mendes.

Com a participação do coletivo Percutindo Mundos, Livio Tragtenberg, Rita Tragtenberg, Flávio Viegas Amoreira, Sergio Villafranca, Antonio Eduardo, Bruna Marinho, Maria Teresa, Célia Faustino, Tatiana Justel, Adriana Barbieri, Danilo Santos, Paulo Cesar Luz, Fernando Ramos, Denyse Di Favero, Erik Morais, Natalia Brescancini, Galeno Malfatti, Maria José Goldschimdt, Marcelo Ignacio,Rafael Palmieri, Heloisa A. Duarte, Cibele Palopoli, Silas Palermo, Gregorio Gananian, Wilton Azevedo (Laboratório de Humanidades Digitais - Mackenzie), Marcia Costa, Aline Aguiar, Daniela Amaral, Cia Aplauso de Dança, Ricardo Rutigliano Roque e muito mais. 

O Sarau Caiçara faz parte das comemorações da "Semana da Cultura Caiçara de Santos" e do "Mapa Literário do Estado de São Paulo". Organização e apresentação de Márcio Barreto.

20° Sarau Caiçara - Gilberto Mendes
Pinacoteca Benedicto Calixto
Avenida Bartolomeu de Gusmão, 15
Santos SP
Entrada Gratuita

fotos: Márcio Barreto, Ricardo Menezes e Irani Aloi











































17/01/2016